1.45. Definição de Raid

RAID

RAID é um dispositivo que permite fazer cópia de dados em disco de maneira eficiente e mais segura. Ele permite um backup automático dos dados em disco.

Temos vários níveis de RAID, cada um com objetivo diferente, e os tipos básicos compatíveis com o linux são:

RAID0 (Stripping):

Os arquivos são gravados em segmentos de tamanho variado pelos vários discos do arranjo. Ou seja, o arquivo é dividido em vários pedaços, sendo cada um destes gravado em um disco diferente. Este tipo não é considerado bem RAID, visto que ele não cria cópia dos dados, e se qualquer disco falhar, irá-se ter a perda dos mesmos sem possibilidade de recuperação. RAID0 normalmente trabalhar com outros tipos de RAID, ai sendo muito eficiente. Deve-se ter no mínimos 2 partiçoes ou discos para este tipo de RAID.

RAID1 (Mirror):

É feita uma cópia dos dados simultaneamente pelos discos do arranjo. É um tipo eficiente de RAID, pois se algum disco do arranjo falhar, ele segue normalmente com as cópias do arranjo. Deve-se ter no mínimos 2 partiçoes ou discos para este tipo de RAID.

RAID5:

Equivalente ao RAID0, mas com paridade nos dados, através da função lógica XOR. A vantagem deste tipo de RAID, é que os dados são copiados em vários discos, mas com a paridade, pode-se recuperar qualquer disco do arranjo, desde que tenham-se os outros em perfeito funcionamento. Deve-se ter no mínimos 3 partiçoes ou discos para este tipo de RAID.